DEPENDÊNCIA QUÍMICA - A PRAGA DO MILÊNIO


 “ÁLCOOL E DROGAS” – A PRAGA DO MILENIO

O termo utilizado “A PRAGA DO MILÊNIO” acredito ser a melhor maneira para demonstrar o quanto o Álcool e as Drogas tem o poder de destruir á aqueles que infelizmente se contaminam com essa praga.

A praga da dependência química ainda não é tratada com tanta seriedade entre os órgãos governamentais de saúde e educação, não oferecendo á população informações do quanto ela é prejudicial á saúde, á família e á sociedade.

Se tivéssemos maior atenção desses órgãos com certeza o índice de dependentes químicos e alcoólicos diminuiria consideravelmente e o índice de pessoas recuperadas seria bem maior.

Todos os delitos sociais de uma forma ou de outra estão ligados ao uso de álcool e drogas, como por exemplo: assaltos, roubos, estupros, homicídios, vandalismo, brigas, agressões, prostituição, sequestros, tráfico de armas, tráfico de drogas etc.
Sem contar com a destruição social, profissional, familiar e moral do indivíduo que por muitas vezes por falta de AJUDAnão encontra informações e meios para se recuperar de sua dependência.

O ponto mais crítico da dependência sem duvida nenhuma é o desmoronamento familiar. Casamentos sendo dissolvidos não só devido á dependência, mas também ao que a dependência leva o indivíduo a fazer, como: Violência familiar, entre elas discussões, brigas, agressões, assassinatos, adultérios, falência financeira, desentendimentos entre marido e mulher, pais, irmãos e todos os membros da família.

Com a dependência do indivíduo todos de sua família ficam doentes também, são chamados de CÔ-DEPENDENTES, pois em função do indivíduo dependente se tornam também vitimas das consequências causadas pelo álcool e as drogas.

Assim na condição de doentes também não conseguem mais ajudar o dependente, pois passam também a precisarem de ajuda, espiritual, psicológica e muitas vezes psiquiátrica.
Por falar em psiquiátricas, convém informar que a dependência química nem sempre deve ser tratada com remédios, pois nem sempre a substituição da droga resolve o problema da dependência, porém existem casos que realmente há necessidade de remédios, isso deve ser avaliado por um profissional capacitado que realmente esteja interessado em clinicar corretamente o individuo, sem interesses particulares para essa ou aquela instituição.
Muitas clínicas de recuperação adotam os seus tratamentos administrando remédios para seus pacientes, talvez por falta de conhecimento individual da doença ou por facilitar os meios de conservar o dependente em tratamento.

A melhor maneira de ajudar um dependente é em primeiro lugar AMANDO-O, entender que ele é doente e precisa de ajuda.
                                     
                                        
Clique nas Imagens e Conheça também:

Palestra em Power Point sobre Prevenção 
ao uso de Álcool e Drogas        

                                     

Palestra em Power Point sobre 
Prevenção ao uso do Crack       




Palestra em Power Point sobre Prevenção e Tratamento 
do Alcoolismo para Jovens e Adultos





CONHEÇA TAMBÉM
E-BOOK: COMO PARAR DE BEBER E USAR DROGAS

COMO PARAR DE BEBER E USAR DROGAS

Rogério Fernando Cozer
Coordenador de Projetos de Prevenção ao uso de álcool e outras Drogas
MAIS INFORMAÇÕES: alcooledrogas@pragadomilenio.com