MATÉRIAS DESTE BLOG

Na coluna a direita você encontra TRÊS BLOCOS onde estão divididas ás matérias deste Blog, é só clicar no link e você será redirecionado para á página solicitada.

21 de nov de 2012

O EMPRESÁRIO COLABORANDO COM O DEPENDENTE QUÍMICO

Os valores que a criança recebe da família já é uma forma preventiva ao uso de drogas, e é neste ambiente que este ser vai desenvolver a sua personalidade e estrutura emocional.  Por outro lado, é nela que começa a correr os primeiros riscos com o uso de analgésicos para uma dor de dente ou de cabeça, o xarope para a tosse e, às vezes, até o próprio pai que dá um golinho de cerveja ao seu filho.

Estes valores, porém, quando não são respeitados pela família e pela sociedade, poderão trazer-lhe desilusões na vida adulta.  Pois, ao longo do seu desenvolvimento físico e mental, se houver uma predisposição à dependência, não logrará progresso profissional e social, a menos que a ele seja oferecido ajuda para o seu problema.

Para que este cidadão tenha, no futuro, uma vida digna é fundamental que sejam respeitados os princípios éticos e morais, afastando-o do mal que lhe aflige que é a dependência do álcool e drogas ilícitas.  Desta forma, no exercício da sua profissão este cidadão, além de realizar-se como pessoa, dará conforto à sua família.

A empresa é o local de trabalho, o lugar sagrado deste profissional que teve sua história de vida. Por outro lado, ele é também um ser humano com boas qualidades, capaz de contribuir para o crescimento da empresa, porém pode ser alguém que esteja apresentando o problema da dependência.
Com louvor, o empregador pode ajudar o funcionário com este tipo de problema, geralmente via Serviço Social da empresa, que servirá de conselheira familiar daquela dinâmica difícil causada pela dependência química.  Numa última instância, a ajuda dar-se-á com o internamento do funcionário num serviço especializado. Então, certamente, este empregador que prestou socorro ao seu funcionário, doente, estará colaborando para que se trate e resgate valores que se perderam em função da doença ao longo do tempo.


Clique nas Imagens e Conheça também:

Palestra em Power Point sobre Prevenção 
ao uso de Álcool e Drogas        

                                      

Palestra em Power Point sobre 
Prevenção ao uso do Crack       



CONHEÇA TAMBÉM
E-BOOK: COMO PARAR DE BEBER E USAR DROGAS

COMO PARAR DE BEBER E USAR DROGAS
Rogério Fernando Cozer
Coordenador de Projetos de Prevenção ao uso de álcool e outras Drogas
MAIS INFORMAÇÕES: alcooledrogas@pragadomilenio.com


Créditos:
Rogério Cozer
Coordenador no Programa de Prevenção de 
Álcool e Drogas no trabalho


Celso Maçaneiro 
Comissão de Prevenção ao
Uso e Abuso do Álcool e Outras Drogas do Rotary Club
Curitiba Gralha Azul

Nenhum comentário:

Postar um comentário